Meu Primeiro Mochilão

Oi amigo de trip, tudo certo?


No texto de hoje vou dizer um pouco sobre meu primeiro mochilão que fiz no Tocantins, meu estado natal. Meu objetivo era de conhecer Rio Azuis em Aurora do Tocantins.

Como esse foi meu primeiro mochilão e nunca tinha viajado sozinho antes, fiz a viagem por perto da minha cidade, Palmas. Um detalhe a ser levado em consideração é que, a trip foi feita com minha querida Suzuki Intruder de 125 cilindradas, minha eterna parceira.

Imaginei que por ser uma trip pequena (7 dias) não precisaria planejar muita coisa, estava certo. Pesquisei por algumas cachoeiras, campings e hostels no Tocantins, desta pesquisa infelizmente não achei hostel a não ser em Palmas... Pesquisa feita, definir meus pontos de parada, foram eles: Natividade, Rio da Conceição e Aurora do Tocantins, fiz a viagem nesta mesma sequência. Sai de Palmas sentido sul, até chegar em meu primeiro ponto de parada, Natividade do Tocantins.


Natividade é uma cidade histórica, possui construções dos tempos dos escravos, e carrega muita cultura. Ela é a primeira cidade que conheceria, um ponto a ser levado em consideração é que um dos meus objetivos nesse pequeno mochilão era de ficar acampando, assim fiz. O primeiro lugar que fiquei foi em um camping que já agregava as cachoeiras, são elas: Cachoeira do Paraíso, Cachoeira do Amor, e Cachoeira do Purgatório, no camping tinha uma estrutura boa e um restaurante. Todas as cachoeiras são muito bonitas e fáceis de chegar, todas com distância inferior à de 1 km, levando em consideração o ponto de partida, área de camping / restaurante. Cheguei no local antes de meio dia, sai de casa de manhã, passei a tarde nas cachoeiras e no dia seguinte parti sentido Conceição do Tocantins.



Cachoeira do Amor, Natividade - TO


Em Rio da Conceição do Tocantins o meu objetivo era ficar em um camping que já tinha descoberto nas pesquisas, chegando lá vi que o acesso ao camping era muito complicado, a estrutura para ficar sozinho não era muito boa, lá não tinha internet, não pegava celular, eu não sabia andar na região, tinha que passar por outras propriedades e mais uma série de dificuldades que não estava a fim de passar, do lado do camping tinha um rio e até era bonito, porém, achei mais prudente ficar em um hostel que descobri em Rio da Conceição, achei o hostel via indicação do dono camping que não fiquei, ele me ajudou muito quando cheguei na cidade. Fez um receptivo legal, ele tem uma empresa de turismo bem promissora. Depois da dormida no hostel fui para o Rio Azuis, próximo de Aurora do Tocantins.


Não achei nenhum camping no Rio Azuis, e não estava nos planos pagar pousada, então paguei 10 reais para armar minha barraca do lado de uma mesa de sinuca em um bar, me arrumaram um colchão, coloquei dentro da barraca, organizei minha casa temporária e fui ver o Rio Azul.


Rio Azuis, Aurora do Tocantins - TO


Na época que fui tinha muita gente na nascente do rio, comendo e bebendo dentro da água, pessoas com caixa de som e etc., não curti o ambiente, mas tenho informações que as coisas por lá já não são mais assim, hoje em dia não é permitido fazer nada do que vi (beber, comer, som e etc no Rio Azuis). Conheci o restaurante Agenda 21 é ótimo para passar um tempo, as vezes rola música ao vivo, comida excelente, atendimento muito bom também. No restaurante fiz amigos, toquei violão no restaurante, fiz uma grana, conversei com pessoal nativo, com turistas, o que fez minha ida até o lugar legal foi as conexões que fiz.


Passei duas noites ali, entrei no Rio Azuis quando tinha pouca gente, me senti muito grato por ter conseguido chegar até o ponto mais longe da viagem, nunca imaginaria que faria algo assim. Agora deveria voltar para minha casa, mas antes faria um último acampamento na Cachoeira do Cavalo Queimado, perto de Rio da Conceição.


Quase desisto da Cachoeira do Cavalo Queimado por conta de não achar o local, eu e minha noção zero de localização. Parei em algumas chácaras para me informar com precisão onde era o local da cachoeira. Peguei uma estradinha de areia e depois das energias estarem bem esgotadas achei a cachoeira e meu local de camping. Lá tinha algumas famílias que já estavam acampando, todos iriam embora no final da tarde, no camping ficou apenas eu com alguns suprimentos, esse seria o camping mais roots que faria na trip. Apesar de não ter nenhum perigo real e ter uma cobertura, não consegui dormir de medo de alguma onça aparecer. No início do dia, quase antes do sol aparecer já estava arrumando minhas coisas para pegar a estrada para minha casa.


Cachoeira do Cavalo Queimado, Rio da conceição - TO


Nessa viagem aprendi muita coisa, hoje entendo que criei muitas situações que só existiam na minha cabeça e ignorei sentimentos reais achando que era ilusão, a ideia de estar longe, e que cada etapa é um processo que tem que ser vivido e experimentado. Vou escrever sobre todas essas coisas em outros posts do blog, por tanto fique atento(a).


Cada pessoa tem sua forma de viajar, seja uma viagem pequena, longa, mais roots, com comodidade e etc. Mas se você tem vontade de fazer viagens, faça, se planeje se assim quiser, ou, se jogue na estarda sem planejamento, cada um tem sua forma de viver.

Eu espero que esse texto tenha te ajudado a dar seus primeiros passos na vida mochileira.


Até mais.

16 visualizações
  • TripAdvisor
  • facebook
  • @dicasa

Quadra 105 Norte Alameda das Aroeiras 

CEP: 77001048

©2023 by Be My Guest in Palmas-TO. Orgulhosamente criado com Wix.com